Resultado de imagen para toreroAcontece que quando a esquerda ganhara as eleições para a autarquia de Bogotá, as touradas foram eliminadas, o qual me parece algo próprio de gente civilizada. Porém, quando a direita ganhou nas ultimas eleições, reinstaurou-as, o qual deu lugar a muitos protestos dos antitaurinos. Porém, os autarcas bogotanos orgnizam touradas todos os domingos por volta das duas da tarde.

Para evitarem que os antitaurinos fodam a festa aos poucos, mas patrióticos, taurinos, o concelho encerra uma área de uns três quilómetros de diámetro ao redor da praça de touros, de tal maneira que nem os peões, ja nem digo os carros, podem passar para aquela zona se não tiverem a entrada para a matadela dos touros por um tipo vestido com leguins a cores.

Bem se pode imaginar o caos. Ademais, praticamente a metade da polícia está despregada nessa área de três quilómetros ao redor da praça dos tormentos. E assim defendem os autarcas locais o massacre, que eles, como os seus homónimos espanhóis, qualificam de cultura. Será porque alguns pensam que a letra com sangue entra.

Porém, nem todas as pessoas estão desconcertadas com que tanta polícia proteja as matadelas, não, os delinquentes da cidade estão felizes, porque há muita pouca polícia no resto da cidade, o qual lhes permite roubar com muita mais calma, sossego e sem estresse, pronto, que até podem fazer do furto uma arte. E se matar touros é arte, roubar porque não ia sê-lo?

Advertisements